Vida extraterrestre – NASA diz que tem riachos na lua Europa

Os cientistas descobriram evidências da existência de água corrente na lua Europa, um dos satélites de Júpiter, informa o The Verge.

A descoberta, cujos resultados foram publicados na última terça-feira, foi possível porque a missão espacial Galileo da NASA, que foi lançada em 1989 para estudar Júpiter e suas luas, voou através de uma das hidrovias da Europa. Em 1997, a sonda Galileo transmitiu sinais inesperados perto da superfície da Europa que os cientistas não conseguiram explicar.

Fotos deslumbrantes de Júpiter feitas por Juno da NASA

Até agora, a única evidência da presença de fluxos de água na Europa foi fornecida por dados do Telescópio Espacial Hubble, que capturou imagens de gêiseres de água na lua congelada em 2012 e 2016. No entanto, as imagens do Hubble saíram turva e não foram consideradas evidências confiáveis.

A evidência mais confiável:

O cientista espacial da Universidade de Michigán e principal autor do estudo, Xianzhe Jia, acredita que a descoberta de Galileu representa “a evidência mais forte que temos até agora” no que diz respeito à presença de rios, riachos na Europa.

Acredita-se que estes riachos de água provenham de um oceano subterrâneo de sal e água líquida, o que faz da Europa a principal candidata para a busca de vida extraterrestre no Sistema Solar.

Em 2022, a NASA planeja lançar a missão espacial Europa Clipper para coletar amostras das correntes de água.

Summary
Article Name
Vida extraterrestre - NASA diz que tem riachos na lua Europa
Description
Vida extraterrestre - NASA diz que tem riachos na lua Europa
Author
Publisher Name
Original Exclusivo

Responda esse comentario