Trabalhadores da Ford usam exoesqueleto para reduzir o cansaço

falei aqui que os robôs vão substituir os humanos em dezenas de profissões nos próximos 2 anos. Por isso, os jovens não devem mais escolher essas profissões, mesmo que ainda demora para acontecer no Brasil, vai acontecer mais cedo ou mais tarde.

 

 

Mas na Ford, em duas fábricas dos Estados Unidos, o Homem passa a ser o robô; ou seja os trabalhadores estão usando exoesqueleto para reduzir o cansaço, as lesões associadas a tarefas repetitivas e aumentar a eficiência.

 

 

O Homem Robô:

A Ford se juntou a empresa Ekso Bionics para a fabricação de um exoesqueletos que já estão sendo usados pelos trabalhadores americanos.

 

 

O EksoVest é adaptado aos braços e tronco dos trabalhadores, facilitando a sua mobilidade, graças às suas características de construção e ainda melhorando o desempenho durante a execução do trabalho.

 

 

Este exoesqueleto pode ser utilizado por trabalhadores com altura entre 1,52 m e 1,93 m, ajudando a levantar cargas entre 3 a 6 kg a cada braço.

Embora este não seja o primeiro exoesqueleto projetado para auxiliar o Homem na execução das suas tarefas, o EksoVest demonstra como é possível prevenir lesões devido à fadiga e ainda como é possível fornecer a pessoas fisicamente incapacitadas a oportunidade de recuperar habilidades perdidas, como é o caso dos paraplégicos a caminhar novamente. A Ford deve levar o EksoVest para outras fábricas na Europa e América do Sul.

via

Responda esse comentario

/* */