Nova tecnologia: celular mil vezes mais rápido


Steve Perlman, um dos gênios do Vale do Silício
revelou uma nova tecnologia que permite a emissão de um sinal de telefone celular mil vezes mais rápido do que hoje.

Steve Perlman começou a trabalhar no desenvolvimento desta nova tecnologia, há uma década, e na quarta-feira fez a primeira demonstração pública de seu invento na Universidade de Columbia em Nova York. Anteriormente conhecido como Dido, a tecnologia é agora chamado PCell, ou seja telefone pessoal, e transmite vídeo e outros dados a uma velocidade improvável de alcançar através das atuais redes celulares, especialmente se você usa OI, TIM ou Claro.

 

“É uma reescrita completa das regras de redes sem fio “, diz Perlman. “Depois da invenção da conexão sem fio, as pessoas se movem em torno da área de cobertura. Agora será a área de cobertura que irá segui-los “, completou o inventou.

 

O inventor também garante que o primeiro protótipo da rede, capaz de revolucionar a indústria sem fio, pode ser lançado ainda ano nos Estados Unidos. Perlman diz que já está conversando com algumas das maiores operadoras de telefonia móvel do mundo e e empresas de smartphones sobre a nova tecnologia. Com certeza não está conversando com a TIM.

 

Com as redes de hoje, cada antena cria um enorme ” célula ” do sinal wireless , que é essencialmente um enorme cone de ondas de rádio que se estendem por vários quarteirões da cidade, e é compartilhado por todos celulares na área. Mas a invenção de Perlman permite dar a cada um o seu próprio dispositivo pequeno ” célula ” um sinal de bolha de um centímetro de tamanho, que envolve o celular. Com esta ” célula pessoal” não é mais necessário compartilhar a largura de banda com ninguém. O resultado é um sinal significativamente mais rápido.

 

PCell é uma tecnologia revolucionária, mas apesar de proporcionar uma célula individual de cada celular, requer um maior número de antenas. Eu acho que a TIM, OI, Claro precisam urgente adotar essa nova tecnologia.

Responda esse comentario

/* */