Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

Nova prova da existência do Planeta X? Encontrando o objeto mais distante do sistema solar

Um grupo de pesquisadores americanos anunciou na segunda-feira, em comunicado, a descoberta do objeto mais distante já observado no sistema solar, que é 100 vezes maior que a distância entre a Terra e o Sol.

O novo objeto, chamado ‘2018 VG18′ ou (‘Farout’, em inglês) devido à sua localização extremamente distante, é de cerca de 120 unidades astronômicas do Sol (uma UA é igual à distância média entre a Terra e o Sol), mais de 3,5 vezes mais do que Plutão.

“Tudo o que sabemos sobre o 2018 VG18 é sua extrema distância ao Sol, seu diâmetro aproximado e sua cor”, disse David Tholen, um dos pesquisadores.

---------------

As primeiras imagens de ‘Farout’ foram tiradas em novembro passado do Havaí com o telescópio Subaru de 8 metros. No início de dezembro, uma medida de acompanhamento do telescópio de Magallanes, no Chile, confirmou sua existência.

De acordo com as observações, é provável que o objeto tenha cerca de 500 quilômetros de diâmetro, o que significaria que ele é um planeta esférico e anão. Ele também tem uma cor rosa, o que sugere que é um corpo rico em gelo.

“Como o 2018 VG18 é muito distante, ele orbita muito lentamente, provavelmente levando mais de 1.000 anos (terrestre) para fazer uma viagem ao redor do Sol”, disse Tholen.

O novo objeto foi encontrado pela mesma equipe que descobriu em outubro passado um planeta anão, apelidado de “El Duende”, que está 2,5 vezes mais distante que Plutão. Os pesquisadores estão explorando esses objetos ultra distintos do sistema solar para procurar a influência gravitacional do chamado Planeta X, também chamado de “nono planeta”.

Deixe uma resposta

Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo