Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

Nostradamus previu o surgimento do Estado Islâmico

Nostradamus previu o surgimento do Estado Islâmico. Pesquisadores que estudam os poemas Nostradamus, afirmam ter decifrado quadras de seus poemas, que previram o surgimento do Estado Islâmico, sua dominação sobre a Europa, o que poderia levar a III Guerra Mundial.

 

Os seguidores da obra de Nostradamus, escrita no século XVI, acreditam que ele previu a ascensão de Napoleão e Hitler, e também viu o surgimento do Estado Islâmico como organização terrorista, informa o portal Express.

 

O que Nostradamus estava se referindo em seus poemas dizendo que o “terceiro e último anticristo, mais horrível do que os dois primeiros” vai chegar ao poder? De acordo com especialistas  é o Estado Islâmico e seu líder.

---------------

 

Depois de traduzir alguns dos poemas, os pesquisadores concluíram que Nostradamus previu corretamente atos de barbárie do Estado islâmico no Oriente Médio, a intenção deles de conquistar áreas da Europa e estender seu califado aos Estados Unidos, coisa que poderia desencadear a Terceira Guerra Mundial, de acordo express.

Ciência ,Guerra Mundial , Estado Islâmico, Nostradamus

O objetivo do Estado Islâmico é chegar ao poder no Iraque, antiga Mesopotâmia, como afirmado na citação traduzida de Nostradamus: “Você vai entrar vilão, ameaçando infame, e tiranizar Mesopotâmia” 

 

Existem pontos de vista diferentes sobre assunto, já que antes essas mesmas quadras de Nostradamus eram relacionadas com o ataque dos Estados Unidos contra o Iraque. O problema é que esse êxodo que vem acontecendo na Europa parece orquestrado por alguma organização criminosa para minar o continente europeu. Afinal não tem Europa que possa receber tantos imigrantes ao mesmo tempo.

Deixe uma resposta

1 comentario
  • O Estado Islâmico será implodido por uma coalização de países, mas não a forma mental que o sustenta, e isso só irá espalhar e reforçar ainda mais o pensamento extremista que o inspira.

    O Ocidente é homossexual, abortista, ateu/cristão, feminista, heterofóbico, androfóbico e anti-religioso, enquanto o Oriente Islâmico é exatamente o contrário. Ambos são intolerantes, cada um à sua maneira e essa guerra não terá fim.

    O Ocidente acredita que está no topo da civilização, que é a vanguarda cultural da humanidade, e que todos os povos do mundo cedo ou tarde se ocidentalizarão e adotarão os seus valores, os quais considera universais. Eis aí seu erro. Ele considera “do mal” todos aqueles que não aceitam os seus valores e se identifica como sendo “do bem”. Isso se arrasta desde as época das Cruzadas.

    Ocorre que os valores ocidentais não são absolutos e nem universais como supõem os politicamente corretos. Os valores culturais mais caros ao Ocidente são vistos pelo mundo islâmico como valores de decadência, depravação e não como evolução.

    O que o extremismo islâmico combate, antes de tudo, são os valores culturais e religiosos do Ocidente e não somente a política dos países ocidentais no Oriente Médio.

    Depois do E.I., virão outros grupos muito piores e isso culminará a III Guerra Mundial, tal como previu Nostradamus.

    O pensamento extremista é uma doença que atinge toda a humanidade e irá consumi-la. Esperem e verão.

Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo