Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

Java e Adobe fazem o Windows e nós vulneráveis


Java e Adobe fazem o Windows e nós vulneráveis
. Ainda não existe uma saída para os usuários Java. Precisamos usar até para assistir um vídeo, mas Adobe e Java deixam o Windows, nossos computadores, ou qualquer outro dispositivo vulneráveis. Dois terços dos sistemas Windows afetadas por malwares exploram Adobe Reader, Adobe Flash e Java

 

Um relatório recente do Instituto AV-Test aqui descobriu que exploits no Adobe Reader, Adobe Flash, Java e são responsáveis ​​por 66 por cento dos sistemas Windows afetados por malware. O AV-Test descobriu que um exploit para Adobe Reader tinha cerca de 37.000 variantes gravadas que exploravam máquinas de usuários com alto nível de precisão. Os usuários com software desatualizado não tinha praticamente nenhuma chance de evitar danos de malware sem alguma forma de software de proteção. Um bom antivírus é de fundamental importância, nem que você tenha que pagar caro. Eu uso o Eset Nod32 que ainda não me deixou na mão. Sempre me avisa de vírus e etc.

---------------

 

O Java é o mais vulnerável com um total de 82.000 ataques distribuídos em diferentes versões. Não somente dispositivos Windows estão expostos, Mac, que agora funcionam com Java e Flash, estão vulneráveis.

 

Em 2012, essas ameaças apareceram na forma do Flashback Trojan para Mac OS X, que explorava uma vulnerabilidade de segurança no Java, a fim de vincular sistemas para o Mac OS X Flashback (ou Flashfake) botnet. Esta botnet foi posteriormente capaz de recrutar mais de 600.000 computadores para realizar seus comandos.

 

Existem alternativas para o Adobe Reader, tais como:

PDF-XChange Viewer
www.tracker-software.com/product/downloads
Sumatra PDF
blog.kowalczyk.info/software/sumatrapdf/free-pdf-reader.html

 

As versões mais recentes do navegador Firefox também são capazes de abrir arquivos PDF, embora a qualidade da tela nem sempre seja boa. A empresa Oracle também está trabalhando para proteger seu sistema, mas a vulnerabilidade é tão grande que ninguém sabe se eles vão conseguir.

Deixe uma resposta

Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo