Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

IPCA acumulado, inflação 

 

O IPCA – é calculado pelo IBGE, e é o indicador oficial do Governo Federal para aferição das metas inflacionárias.

 

IPCA Acumulado:

Diversas modalidades de investimento são indexadas pelo acúmulo do índice ao longo de 1 ano. O IPCA acumulado anual é calculado pela soma dos valores mensais dos 12 meses anteriores ao mês de aniversário do investimento.

 

A expectativa para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi reduzido de 3,57% para 3,54% para esse ano.

 

 

Nesse cenário de inflação baixa e economia se recuperando, o mercado financeiro espera que a taxa básica de juros, a Selic, seja reduzida em 0,25 ponto percentual, de 6,50% para 6,25% ao ano, na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em maio. O Banco Central tem sinalizado que fará mais uma redução na taxa Selic, em maio, e na reunião seguinte do Copom, em junho, interromperá o ciclo de cortes para analisar o cenário.

 

 

 

A Selic é o principal instrumento do Banco Central para alcançar a meta de inflação. Quando o Copom aumenta a Selic, o objetivo é conter a demanda aquecida, e isso gera reflexos nos preços, porque os juros mais altos encarecem o crédito e estimulam a poupança. Quando o Copom diminui os juros básicos, a tendência é que o crédito fique mais barato, com incentivo à produção e ao consumo, reduzindo o controle sobre a inflação.

 

 

De acordo com a previsão das instituições financeiras, a Selic encerrará 2018 em 6,25% ao ano e subirá ao longo de 2019, terminando o período em 8% ao ano. A estimativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, deste ano, caiu de 2,89% para 2,84%. Para 2019, a projeção é mantida em 3%, há nove semanas consecutivas.

 

Via

Deixe uma resposta

Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo