Guerra da Síria está previsto na Bíblia como o fim do mundo?

O ataque à Síria está previsto na Bíblia como um prenúncio do fim do mundo?  Já falei aqui várias vezes, que Damasco, nunca ruiu e nenhuma guerra, e no dia que ela ruir, chegamos ao fim do mundo. Pelo menos é o que diz o profeta Isaías, capítulo 17, versículo 1, da Bíblia.

Guerra da Síria está previsto na Bíblia como o fim do mundo

 

“Damasco deixará de ser uma cidade e se tornará um montão de ruínas “, diz o profeta.

 

 

“Quando a Síria for destruída, o povo de Israel também estará em perigo”. De acordo com alguns analistas políticos, o cenário é muito provável. “Se o governo sírio cair e os muçulmanos chegarem ao poder, a segurança de Israel corre um enorme perigo”, argumenta o especialista militar russo Igor Korotchenko.

 

Notavelmente, existem diferentes opiniões sobre se os versos de Isaías falar sobre o passado ou o futuro. Alguns argumentam que a profecia já foi, pelo menos parcialmente cumprida quando os Assírios derrotaram os sírios e ocuparam sua capital,

 

 

Damasco, em 732 AC. O contexto deixa claro que a cidade caiu nas mãos dos assírios, o Irã hoje, e hoje o Irã é aliado da Síria, explica Robert Mulholland, professor aposentado do Seminário Teológico de Asbur, Estados Unidos.

 

No entanto, vários blogs e sites especulam que este é um prenúncio do futuro, já que em nenhum momento durante os 5.000 anos de sua história Damasco foi destruída: é a mais antiga cidade continuamente habitada do mundo. “A situação na Síria descrito nos versos de Isaías pode ser algo que estamos vendo agora”, disse o Pastor Gary Cristofaro, mas ele adverte que precisamos ser muito cautelosos com uma interpretação literal dos textos bíblicos.

 

Os americanos tem medo da profecia, e de acordo com uma pesquisa, realizada pela ORC, a pedido da CNN, mostra que mais de 70% dos americanos não querem que o Congresso dos aprovem uma resolução autorizando um ataque militar contra a Síria. Enquanto isso, as vozes no Congresso também estão divididas e até agora não podemos prever os resultados da votação. 

Adicione Comentário