Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

FOTO – arqueólogos descobrem como Arca da Aliança foi construída e porquê

As escavações no monte Kiryat Yearim (Israel) forneceram informações sobre o local onde a Arca da Aliança teria sido e qual teria sido seu propósito.

Liderada pelo professor Israel Finkelstein, um arqueólogo da Universidade de Tel Aviv e membro da Academia Nacional de Ciências, a pesquisa sugere que o reino de Israel usou a colina para controlar Judá e não o contrário, como aparece na Bíblia.

Nesse quadro, eles apontaram que a Arca teria sido um símbolo da unidade entre esses dois reinos. Para chegar a essa conclusão, segundo o jornal Haaretz, eles concentraram as tarefas no morro onde atualmente fica a igreja de Nossa Senhora da Arca da Aliança e o convento de uma ordem francesa, nos arredores da cidade de Abu. Ghosh.

---------------

Colina artificial:


“Antes de começar a cavar, vi que a colina não era natural, era feita pelo homem”, disse Finkelstein, observando que na parte superior há um monte criado por quatro paredes de contenção  que criaram uma plataforma que estava cheia de terra. Esse lugar, mencionado na Bíblia, era o centro do governo de Kiryat Yearim.

Quanto às paredes, o especialista explicou que elas têm entre “110 por 150 metros e seis metros de altura”. “Elas vão de norte a sul e de leste a oeste em uma linha completamente reta, com um erro de no máximo um grau, isso não é coincidência”, acrescentou.

A pesquisa sugere que a Arca da Aliança seria um importante local de culto, além de ser o centro administrativo para o controle de Judá e Jerusalém.

Uma vez que se soube que a colina fora construída pelo homem, os pesquisadores tentaram definir quando foi feita. Para isso, eles usaram um método chamada luminescência opticamente simulada, que estabeleceu como  data de origem o período entre 1150 a.C. e 770 a.C.

Com relação a quem ordenou a criação deles, eles asseguraram que tudo aponta para Jeroboão, que governou o reino do norte de Israel, descartando Judá e Assíria. Na época do rei Davi, o local já havia sido abandonado.

Depois de analisar todas as variáveis, Finkelstein concluiu que a Arca mostra uma ideologia de unificação entre os dois reinos hebreus. “O reino de Israel sob Jeroboão desenvolveu um sistema de santuários-chave que estavam ligados às suas importantes tradições”, disse ele, acrescentando que Kiryat Yearim era o santuário da Arca da Aliança”.

Deixe uma resposta

Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo