Diferença entre o pecado e a imoralidade

O pecado é um conceito mais comumente associada com a religião, enquanto a imoralidade se refere a cometer atos que são geralmente considerados como imorais, ou seja, atos que são considerados moralmente e / ou eticamente errado.

 

Diferença entre o pecado e a imoralidade

 

Ambos são considerados comportamento incorretos e são geralmente desaprovados. Menos no Brasil onde ser imoral faz parte do dia a a dia. Se paga até a amante com o dinheiro publico. Ou seja, imoral e pecados se misturam sem problemas no Brasil.

 

[Pecado]

Pecado e imoralidade são termos que se referem tanto às transgressões que a sociedade desaprovada. No entanto, os termos têm contextos diferentes, mesmo que sutilmente. Pecado é ir contra a vontade de Deus. De acordo com a maioria das religiões, Deus decretou certas leis sobre como os seres humanos devem viver, ou seja leis sobre o que é um comportamento aceitável por seres humanos e o que não é. Qualquer comportamento que não é tolerada pela lei de Deus, como indicado nas doutrinas religiosas, é considerada um pecado.

 

 

 

Algumas religiões, muitas vezes dividem pecados, segundo a gravidade da transgressão. Sob este conceito, alguns pecados são considerados maiores do que os outros. Os pecados, de acordo com os cristãos, mais conhecidos são sete pecados capitais, que são: ira, avareza, preguiça, orgulho, luxúria, inveja e gula.

 

Alguns pecados também são crimes pelas leis. Por exemplo, tirar a vida de alguém é considerado um pecado em muitas religiões. Também é considerado como homicídio, um crime punível por lei legal. Por outro lado, o orgulho também é considerado como um pecado pela maioria das religiões, no entanto, não é um crime na maioria dos países.

 

[ Imoralidade ]

 

Imoralidade, por outro lado, refere-se a atos e comportamentos que não são tolerados pela sociedade. No entanto, os atos que são definidos como imoral podem variar de sociedade para sociedade e de cultura para cultura. Por exemplo, biquíni ou até mesmo uma saia curta aceitável em uma cultura e considerado imoral em outro.

 

Além disso, não é só a imoralidade subjetiva, existe também a imoralidade de acordo com as preferências pessoais. Por exemplo, alguns podem considerar beber e ficar com os amigos como um comportamento imoral. No entanto, para quem não tem problema com esse comportamento não acha nada imoral.

 

Conclusão:

Assim, pode-se dizer que a principal diferença entre o pecado e a imoralidade é o fato de que o pecado tem princípios religiosos; ao passo que a imoralidade tem a ver com normas sociais e crenças. No entanto, isto não significa que não estejam inter-relacionados. Ambos são considerados comportamento incorretos e são geralmente desaprovados.

 

Adicione Comentário