Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

Diferença entre anabolizantes e testosterona e os efeitos

Conheça agora diferença entre (anabolizantes) esteroides e testosterona e os efeitos de cada um ou seja como agem no corpo humano. Esteroides são compostos orgânicos produzidos naturalmente no corpo humano. São responsáveis pelo crescimento reprodutivo,  regeneração dos tecidos,  síntese de calorias entre outros.

 

A testosterona é um esteroide que faz parte do grupo androgênio e é produzido naturalmente pelo corpo humano, feminino e masculino, mas são mais comumente conhecido como o hormônio sexual masculino.

 

Mas existem esteroides e testosterona sintéticos, usado especialmente para aumentar os músculos; a maioria dos entusiastas de fitness usam a forma sintética para apressar os resultados.
Esteroide é um tipo de composto com característica de quatro anéis cicloalcano que são unidas umas às outras. Existem mais de cem tipos de esteroides que são encontrados em plantas, animais e fungos.

 

Os hormônios esteroides naturais geralmente são sintetizados a partir do colesterol nas gônadas e nas glândulas suprarrenais. São solúveis em gordura e geralmente podem passar através de membranas celulares que se ligam a receptores e provocam mudanças dentro da célula.

Além de esteroides naturais, os esteroides sintéticos são conhecidos mundialmente com anabolizantes. Os anabólicos são drogas que imitam os efeitos da testosterona e hidro testosterona no corpo. Eles aumentam a síntese de proteínas no interior das células, o que resulta na formação de tecido celular (anabolismo), especialmente nos músculos.

 

Esteroides artificiais (também conhecidos como corticosteroides), são usados no tratamento de doenças, tais como:  inflamação no corpo,  asma, artrite, eczema, e mesmo cancro. Outros tipos de esteroides também podem ser utilizados para estimulação da medula óssea,  estimulação do crescimento, apetite, aumento de massa muscular, a fim de acelerar a puberdade em casos de atrasos.

---------------

 

Como se usa? Efeitos colaterais:

Os esteroides podem ser usados via inalação, injeção, oral ou na forma de gel para aplicar diretamente no local. O uso esteroides artificiais  tem efeitos colaterais graves,  tais como: danos ao fígado, pressão arterial alta, calvície, insuficiência cardíaca, etc.  Podem causar efeitos psiquiátricos também, tais como:  transtornos de humor, agressividade, pensamentos suicidas, entre outros.

 

Nos mamíferos, a testosterona é secretada principalmente nos testículos (em homens) e nos ovários (nas mulheres), enquanto pequenas quantidades são também secretadas pelas glândulas suprarrenais. Nos homens, a testosterona desempenha um papel importante no desenvolvimento de tecidos reprodutivos masculinos como os testículos. Machos produzem testosterona 20 vezes mais se comparado com o sexo feminino.

 

A testosterona tem dois tipos de efeitos: efeitos anabolizantes e os efeitos androgênicos. Efeitos anabólicos incluem o crescimento da massa muscular, força, aumento da densidade óssea e maturação óssea. Enquanto, os efeitos androgênicos incluem amadurecimento dos órgãos sexuais, engrossamento da voz, crescimento de pêlos faciais e pêlos axilares, odor corporal, acne e pêlos pubianos.

 

Testosterona artificial é usada para por quem produz pouca testosterona natural e tem problemas, tais como:  infertilidade, disfunção eréctil, anemia, o crescimento e etc. É também usada por fisiculturistas e atletas (embora seja ilegal), para aumentar a força e resistência.

 

 

 

A utilização excessiva de testosterona artificial provoca danos ao corpo humano, tais como: danos no fígado, cancro e etc. Os efeitos psicológicos incluem agressividade, depressão, alterações de humor rápidas e irritação. Nas mulheres, elevadas quantidades de testosterona podem afetar o ciclo menstrual, o ganho de peso e a perda de cabelo entre outros males.

Deixe uma resposta

1 comentario
Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo