Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

Como falar com o presidente Bolsonaro pelo Twitter

Já mostrei aqui como mandar e-mail para o presidente Jair Bolsonaro. Mas se você prefere uma coisa mais rápida, você pode tuitar o presidente. Ninguém garante que ele vai responder seu Twitter, mas com certeza, ele ou alguém da equipe dele vai ver sua mensagem.

O presidente Jair Bolsonaro é um homem que sempre usou as redes socais, então é claro que seguir o presidente no Twitter e tuitar o presidente pode ser bem mais rápido e mais eficiente do que um e-mail que sera filtrado antes de chegar ao presidente propriamente dito. Ou seja, pode nunca chegar ao presidente.

---------------

Bom, para falar com o presidente Jair Bolsonaro pelo Twitter, você tem que ter Twitter. Se ainda não tem se inscreva aqui

Depois de entrar na sua conta, você precisa seguir o presidente. Basta entrar no Twitter do Presidente aqui, e clicar em Seguir. Veja a foto acima.

Depois, você pode de clicar em Tweetar para…vai aparecer algo como na foto.. Digite sua mensagem e clique em Tweetar. Pronto, Está feito.

Deixe uma resposta

2 comentários
  • Rio de Janeiro, 20 de Fevereiro de 2019.
    Excelentíssimo Sr. Jair Messias Bolsonaro
    Mui digníssimo Presidente da República do Brasil
    Prezado Senhor,
    Em primeiro lugar, quero parabenizá-lo e lhe dizer o quanto estou feliz com a sua vitória e a vitória dos Brasileiros.
    Com o devido respeito, passo às vossas mãos, o dossiê sobre o resgate de restituição de Imposto de Renda do meu Pai, João Paulo de Souza, Primeiro Tenente da Marinha, que faleceu em Abril de 2007, onde eu, Maria Cristina de Souza Novaretti e minha madrasta, Vitalina Rizzo de Souza, tínhamos direito, conforme pode ser observado nos documentos em anexo.
    Em Junho de 2011, foi expedido um Alvará de Autorização, para que nos fosse pago as devidas importâncias, as quais nunca conseguimos receber, sendo alegado que é assim mesmo, pois o processo é demorado.
    Fui até o Ministério da Fazenda e nada consegui, sendo alegado o mesmo motivo de que é um processo demorado.
    Em 2013 minha madrasta faleceu, restando somente eu como meeira para poder receber as quantias devidas de R$ 1.456,93 (mil, quatrocentos e cinqüenta e seis reais e noventa e três centavos) e R$ 2.546,51 (dois mil, quinhentos e quarenta e seis reais e cinqüenta e um centavos).
    Como nada acontecia, desisti, e em 2018, resolvi solicitar a um advogado amigo, que me ajudasse a resolver o problema. Ele me deu, depois de alguns dias, a seguinte explicação. Foram apresentados os documentos cabíveis, porém eu teria que entrar com um Alvará Judicial, pois a outra meeira faleceu.
    .2.
    Esse Alvará fica em torno de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais), com mais 20% (vinte por cento) das custas do Advogado.
    Na verdade, o valor real a receber será de R$ 4.003,44 (quatro mil e três reais e quarenta e quatro centavos), menos R$ 800,00 (oitocentos reais), que ficará um valor de R$ 3.203,44 (três mil, duzentos e três reais e quarenta e quatro centavos), que segundo o Advogado, acresceria mais ou menos uns R$ 100,00 (cem reais) de juros.
    Será que essas coisas não poderiam ser mais facilitadas, somente pela apresentação do Atestado de Óbito da meeira falecida. Por que entrar com outro processo, se lá em 2011, mesmo com o Alvará assinado pela Juíza, não conseguimos receber?
    Conto com a sua ajuda, para que eu possa despender uma quantia menor para poder resgatar esse valor devido.
    Cordialmente,
    Maria Cristina de Souza Novaretti
    CPF 385.031.317-49
    Tel.: (21)99183-3215

Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo