Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

9 dicas para não correr riscos em hotéis

9 dicas para não correr riscos em hotéis. Recentemente um repórter piauiense da TV Globo em viagem pela Europa deixou o equivalente a 10 mil reais numa mala num hotel em Paris.

 

Nem precisa ser muito inteligente para saber o resultado dessa operação. Mas se você quer viajar com segurança sem correr esse tipo de risco ou outros riscos ainda mais graves, siga essa 9 dicas ex-agente da CIA, Drew Dwyer.

 

Tirou Dwyer é um veterano da Marinha dos Estados Unidos já viajou pelo mundo todo. Ele se hospedou em centenas de hotéis mundo a fora e resolver ajudar gente como o jornalista da Globo, eu e você com conselhos sobre segurança.

Confira as 9 recomendações de Drew Dwyer:

1. Tenha uma cópia do plano de evacuação do hotel em caso de incêndio ou outros tipos de emergência. Geralmente os hotéis deixam essas informações nas paredes a vista de qualquer um.

 

2. Não fique no primeiro ou no último andar. O piso térreo é facilmente acessível a bandidos e o piso superior não permite qualquer margem de manobra no caso de algo acontecer.

---------------

 

3. Coloque a placa de “não perturbe” na porta, mesmo quando não está no quarto.

 

4. Assuma sempre que a sala está grampeada. Mantenha o rádio ou a televisão ligada com o volume baixo em todos os momentos, mesmo quando não estiver no quarto.

 

5. Mantenha cortinas ou persianas fechadas, mesmo quando sair do quarto.

 

6. Deixe a luz acesa quando não estiver no quarto.

 

7. Mantenha um saco (bolsa) com dinheiro, cartão de identificação, passaporte, etc, para o caso de uma saída de emergência.

 

8. Certifique-se de que você tenha um sensor de movimento que pode ser colocado na maçaneta da porta. Seu preço é de apenas US $ 20 e está disponível na maioria das lojas de eletrônicos.

 

9. Mantenha uma lanterna ao lado da cama ao alcance da mão.
Essas dicas são aplicáveis a todos e evitaria muitos problemas para turistas desavisados como o repórter da TV Globo. O sensor de movimento pode ser dispensável para quem não é agente da CIA.

 

Fonte.

Deixe uma resposta

Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo