Original&ExclusivoDiferença entre as coisas e tutoriais

Valores dos salários mínimos dos países da América Latina

Valores dos salários mínimos dos países da América Latina.  O governo do Peru aumentou na última quinta-feira o valor do salário mínimo para 850 soles (pelo câmbio atual cerca de US $ 252). E os demais países dessa região quanto pagam de mínimo?

 

 

 

Na Venezuela, o salário mínimo mensal é de 11.578 bolívares (cerca de US $ 11), enquanto na vizinha Colômbia, o salário base é 689,454 pesos (cerca de US $ 229).

Valores dos salários mínimos dos países da América Latina

---------------

Os equatorianos recebem um salário base de US $ 366 e os argentinos têm um mínimo mensal de 6.060 pesos (cerca de US $ 413). Na Bolívia o salário mínimo é 1.656 bolivianos (cerca de US $ 244) e no Uruguai de 11.150 pesos (cerca de US $ 349).

 

O Paraguai tem um salário mínimo de 1,824,055 guaranis (cerca de US $ 324), enquanto no Brasil é de

954 reais ($ 287) e os chilenos (cerca de US $ 373).

 

 

Panamá:

É no Panamá, onde se paga o maior salario mínimo da América Latina: 677 dólares. Costarriquenhos também estão entre aqueles que recebem o maior salário base na América Latina (cerca de US $ 520).

 

Além disso, em Honduras o salário mínimo médio é de 7,419 lempiras (cerca de US $ 327) e no México é de 2.220 pesos (cerca de US $ 128). Nicaraguenses recebem um salário básico de 4.000 córdobas (cerca de US $ 169).  El Salvador $ 118 (na agricultura). Finalmente, na Guatemala a remuneração base é (cerca de US $ 337).

 

Deixe uma resposta

4 comentários
  • Tava indo bem com as informações e na última linha cagou no texto. Foram nos governos de esquerda que houveram as melhores valorizações do mínimo. Procure se informar melhor.
    PS: não sou petista.

  • Carlos F. Nunes, vc pode não ser PT assumido, mas é de esquerda sim, pois se vc se aprofundar melhor nos dados encontrados na internet referentes aos salários mínimos de cada país da América como um todo, colocando estes valores em dólares para poder ter uma ideia mais exata dos valores recebidos em cada país, vc verá que os países de esquerda não somente tem os piores salários mínimos, mas também os que tem o menor poder aquisitivo.
    Ou vc acha muito bonito dizer que vc ganha R$ 954 (igual a US$ 287) e que com isso vc se mantem por uns 20 dias razoavelmente? Eu já prefiro um salário de valor menor mas que chegando ao final do mês ainda tenho dinheiro no bolso.
    Veja o caso de Cuba, o país Americano a mais tempo com a esquerda no poder, seu salário mínimo (que é o que a maior parte de sua população recebe) é de 740 pesos cubanos (CUP) e que equivalem a US$ 29, vc acha que isso é um bom salário? Ou olhe o salário mínimo da Venezuela, país que vive a décadas num golpe político de esquerda, e que tem um salário mínimo de 11578 bolivares (que equivalem a US$ 11) e que vc precisa de quase todo seu salário para comprar um pão, isso é o que vc chama de salário ótimo das esquerdas?
    Valorizar o salário, por se vc não sabe, não é a ação de aumentar seu valor a cifras chamativas, mas sim a dar a este salário um poder aquisitivo igual ou superior a quatro vezes o valor da inflação. Não é por termos um salário com cifras que se aproximam de R$ 1 mil, que teremos condições de vida melhor, já que este salário tem o menor poder aquisitivo dos últimos 40 anos.
    Eu sou estrangeiro, vim do Uruguai a 32 anos, e na época o salário mínimo daqui era de 600 mil cruzeiros, com o que vc podia comprar uma moto de 125 cc (as mais vendidas na época) direto na concessionária por 600 mil cruzeiros, parcelados em três vezes iguais (o maior parcelamento que se dava para estes veículos na época); sera que vc, com o atual salário mínimo do país, deixado pela esquerda que vc defende, poderia comprar uma moto de 125 cc pagando ela em três vezes com um salário mínimo? A resposta é bem simples: NÃO!!!
    Então, se vc acha que as esquerdas da América toda, deixaram os salários mínimos bem valorizados, vai morar em Cuba ou Venezuela, depois de uns 40 dias, sei que vc voltará para aqui correndo e lutando contra este tipo de governo irresponsável que é o das esquerdas da América.

  • Honduras, México podem ter até salários altos, mas vc vai viver com tanto medo da criminalidade como no Brasil. Ainda Argentina, Chile e Paraguai oferecem uma qualidade de vida melhor. Esses são uma boa opção que quem buscar uma vida melhor sem sair do continente.

Escrito Por Cilene Bonfim
Original&Exclusivo