Pedro foi o primeiro Papa? Quem foi o primeiro Papa?

Quem foi o primeiro Papa? Existem muitas controvérsias. Vários teólogos e religiosos negam que Pedro tenha sido o primeiro Papa.

 

Por exemplo Martin Luther em 1521, quando ainda era católico, contestou que Pedro tenha sido o primeiro Papa. Outro que se negou a acreditar foi o bispo John Purcell no Debate Campbell-Purcell sobre a Religião Católica Romana em 1837. Outro que negou o poder de Pedro foi Dom Joseph Strossmayer em seu discurso perante o Conselho do Vaticano em 1870.

 

Então quem foi o primeiro Papa?

Para os Católicos não existem dúvida: Pedro foi o primeiro papa; o homem a quem Deus escolheu para alicerçar sua igreja (Mateus 16:18). Dizem inclusive que Pedro tinha autoridade (primazia, supremacia) sobre os outros apóstolos.

 

A Igreja Católica Romana afirma que o Apóstolo Pedro tornou-se o primeiro Bispo de Roma, e que o bispo romano era aceito pela igreja primitiva como autoridade central dentre todas as igrejas.

A igreja diz que Deus passou a autoridade apostólica de Pedro a todos aqueles que, mais tarde, tomaram lugar em sua cadeira como bispo de Roma, conhecido como “sucessão apostólica”.

 

Mas Mateus em nenhum momento fala que Pedro estava acima dos demais apóstolos, ou seja não diz que ele era superior ou tinha primazia ou supremacia). As Escrituras nem ao menos registram a presença de Pedro em Roma.

 

As escrituras mostram que a autoridade de Pedro era dividida com outros apóstolos (Efésios 2:19-20), e a autoridade de “ligar e desligar” a ele atribuída era, da mesma forma, dividida pelas igrejas locais, não somente pelos seus líderes (veja Mateus 18:15-19; I Coríntios 5:1-13; II Coríntios 13:10; Tito 2:15; 3:10-11).

 

Além disso, em nenhum lugar as Escrituras afirmam que para manter a igreja livre de erro, a autoridade dos apóstolos foi passada àqueles ordenados (sucessão apostólica). A Bíblia não ensina que os apóstolos foram infalíveis, a não ser  o que eles escreveram. Paulo, por exemplo, fala de falsos mestres, e não recomenda nenhum apóstolo como autoridades máxima, mas recomenda que o povo recorra “a palavra de Deus para saber distinguir os falsos mestres dos verdadeiros…” (Atos 20:28-33).

 

 

 

Foi Pedro o primeiro papa? A resposta, de acordo com as Escrituras, não. Pedro, em lugar algum, clama para si mesmo supremacia sobre os outros apóstolos. Em nenhum lugar, o Apóstolo Pedro chama para si qualquer papel especial, de autoridade ou poder sobre a igreja.

 

O Apóstolo Pedro tinha um papel de liderança entre os discípulos. Sim, Pedro tinha papel crucial na primeira expansão do Evangelho (Atos capítulos 1-10). Sim, Pedro era a “rocha” que Cristo previu que seria (Mateus 16:18). Entretanto, essas verdades sobre Pedro, de forma alguma, dão apoio ao conceito de que Pedro foi o primeiro Papa, ou que ele era o “líder supremo” dos apóstolos, ou que sua autoridade seria passada aos Bispos de Roma. O próprio Pedro nos mostra o verdadeiro Pastor e Bispo da igreja, o Senhor Jesus Cristo (I Pedro 2:25).

 

Os títulos como: “Papa”, “Santo Padre”, “Vigário de Cristo”, “Sumo Pontífice” são títulos que pertencem apenas ao Senhor Jesus Cristo e a Deus Pai. Não há um único exemplo nas Escrituras, onde qualquer um dos títulos acima é aplicado a um homem. O termo “Santo Padre” é usado apenas uma vez em toda a Bíblia, e é usado por Jesus com referência a Deus o Pai. (João 17:11. O Primeiro Papa depois de Pedro foi St Linus, LINUS, seguido por St Anacletus, St Clement I, St Evaristus até chegamos a Bento VXI que renunciou ao posto.

 

Fontes e outros artigos da internet.

Responda esse comentario