O que vai acontecer agora que a Inglaterra saiu da UE?

Então o que acontece agora a Grã-Bretanha deixou a União Europeia? Se você acreditar em tudo que foi dito durante a campanha a favor do fica, seria melhor fechar as portas, e se preparar para uma praga de gafanhotos, os quatro cavaleiros do apocalipse e uma onda de problemas econômicos que devem atingir o Reino Unido.

O que vai acontecer agora que a Inglaterra saiu da UE

Contrários:

Considerando o que os Brexiteers afirmam agora a Inglaterra vai ser livrar do poder dos burocratas de Bruxelas. Eles acreditam que a Grã-Bretanha será grande novamente, tomando de volta o controle dos bilhões enviados para a UE a cada ano, livres para fazer suas próprias leis e acordos comerciais com o resto do mundo.

O que já aconteceu?

O primeiro-ministro David Cameron renunciou e desistiu de ter a responsabilidade de decidir sobre a confirmação da Inglaterra fora da UE.

Burocratas da UE:

Eles vão querer resolver esse assunto o mais rápido possível para evitar danos maiores como a debandada de outros países. A União Europeia nasceu toda errada, mas acabar pode levar ao mundo a uma crise imaginável. Não tem mais como acabar com a UE de maneira nenhuma.

Libra vai cair:

Os mercados já estão reagindo negativamente. A libra pode desvalorizar a níveis nunca imagináveis. A coroa norueguesa já está em frangalhos. A maioria dos economistas já havia previsto uma queda acentuada no valor da libra se o Reino Unido determinasse a saída da UE.

Moeda japonesa:

Em pânico os investidores estão correndo para mercados mundiais com o Japão e podem acabar com a economia do Japão também. Eles estão como urubu encima da moeda japonesa, o Iene.

 

Quanto tempo deve durar o processo de separação?

O processo de deixar a UE deve ser longo e deve durar pelo menos 2 anos. São pelas menos 80.000 páginas de acordos que agora devem ser revogados, alterados ou mantidos. Ou seja não é um processo simples.

 

 

Conclusão:O que vai acontecer agora que a Inglaterra saiu da UE

O Reino Unido pode negociar um acordo chamado “Single Market-Lite”, onde pode pagar tarifas ou impostos para o comércio com a UE. Em troca, a Grã-Bretanha iria se livrar da circulação de pessoas da UE, mas poderia permitir a “livre circulação de alguns trabalhadores”.

Responda esse comentario