Genes do câncer vivem até 4 dias após a morte

Os cientistas americanos descobriram um conjunto de genes zumbis, incluindo aqueles associados com câncer, que permanece vivos até quatro dias após a morte do corpo onde vivem.

 

genes zumbis,

“Nós podemos aprender muito sobre como funciona a vida estudando a morte”, diz o microbiologista Peter Noble, da Universidade de Washington, EUA.

 

Genes de desenvolvimento são ativados após a morte:

Ao observar os processos em células de camundongos e peixe-zebra mortos, a equipe liderada por Noble descobriu que a atividade de genes e proteínas aceleram depois da morte.

 

 

Os investigadores determinaram que existem dezenas e até mesmo centenas de genes que são ativados várias horas após a morte e a suas atividades permanecem a um nível elevado por até quatro dias nas células musculares destes animais.

 

Para “surpresa” dos cientistas entre genes zumbis também tem genes de desenvolvimento envolvidos na formação do embrião.

 

 

Outra descoberta interessante nesta pesquisa foi a descoberta que as células de genes de animais mortos que estão associados com o desenvolvimento de câncer também se mantêm vivas. Por isso muitos transplantados desenvolvem doenças especifica como câncer.

Vida após a morte:

Além disso, de acordo com Noble, o acompanhamento da atividade dos genes zumbis poderia ajudar a revelar o segredo entre a vida e a morte também.

 

fonte

Responda esse comentario